Seguidores

domingo, 1 de agosto de 2010

NOVOS PASSAGEIROS A BORDO - ESTAÇÃO BAHIA!


("Árvore de Amigos" recebido por e-mail, enviado por Pati Araújo)

No dia 02 de dezembro de 2009, ao brir o meu Blog Raízes eu me deparei com o seguinte comentário para uma das minhas postagens:

Oi Lusa,
Encontrei seu blog no  Caríssimas Catrevagens, o Blog de Dhotta,  e digo desde já: é um encanto tudo por aqui, o amor que você colocou no blog é evidente...um amor que vai desde seus pais até os seus netos lindos, parabéns!
Seu blog é de um saudosismo sensível que encanta, as fotos maravilhosas, a sua forma de escrever...Voltarei mais vezes para ler com calma todo o conteúdo desse báu de histórias.
Abraço forte, beijos e lindo dia pra vc! :]
E foi assim que Pati Araújo descobriu o meu "Raízes". Aos pouquinhos foi conhecendo a minha história de vida e eu fui acessando o seu blog  Flor de Liz  e, aos pouquinhos, também fui descobrindo a pessoa maravilhosa que ela passa ser através das sua postagens. Nasceu entre nós uma amizade virtual que, hoje, mesmo sem a conhecer pessoamente, posso dizer que ela plantou sementes no meu coração que um dia , certamente, nascerão e fincarão suas raízes. 
Este espaço é reservado para aqueles que fazem esta viagem junto comigo no meu "Trem da Vida". Por antecipação ao nosso conhecimento físico/pessoal disponibilizo para você, Pati, juntamente com sua linda família: Lua (sua filha) e Dona Izabel (a senhora sua mãe), três cadeiras no "vagão" da minha família.
Eu não conheço seu rosto, mas juro que conheço a sua essência. "Compartilho aqui tudo que amo", foi a primeira frase que li no seu blog. E o que você compartilha revela o que você é, você ama a leitura e, afinal, "uma pessoa vale pelo que diz, diz pelo que pensa e pensa pelo que lê ." 



No dia 12 de dezembro Pati me homenageou com  um selo para o meu "Raízes":

Lusa, lá no meu blog tem um selinho pra vc, uma pequena homenagem pelo lindo resgate que vc faz no seu Blog "Raízes". Beijos :)

Os dias foram passando e continuei escrevendo os relatos sobre as nossas origens, conforme havia prometido no "Raizes", o Blog que deixo de presente para os meus netinhos. E, assim, Pati, desde o dia em que me decobriu no Blog de Dhotta o Caríssimas Catrevagens , tem sido uma fiel companheira de viagem, acompanhada de sua mãezinha Dona Izabel e Lua, a sua filhinha de 14 anos.
Descobri que Pati morava na Bahia, na Cidade de Jacobina.
Jacobina ... Precia-me uma cidade muito familiar, não a conheço, mas algo me dizia que já havia escutado falar sobre ela. Conversando com Carlos, meu marido, ele lembrou de Seu José Calu, um amigo de Itapetim, nossa terra natal, que havia morado lá com a sua família: Dona Toinha, Socorro, Caluzinho e Josete.
Seu José Calu foi o pioneiro dono de cinema da minha terra. Não posso esquecer aqueles tempos de criança... Ainda ouço o apelo na difusora local " Não percam, sensacional película cinematográfica ..." 
Gostava de ir ao cinema, mascar "chiclete bola"... rss, escondida do meu pai, pois, não sei quem informou a ele que criança chupando chiclete era um perigo, se o engulisse ficaria pregado no intestino e dava câncer, que terror!
Na década de 50 minha terra conheceu o cinema, (se você quer recordar o que andava passando nas telinhas acesse este link   Filmes da década de 50  de lá para cá só alguns ambulantes montaram suas tendas em salões, praças e calçada da Igreja Matriz, onde a parede alta servia de telão.
E lá íamos nós, de cadeira na cabeça, assistir o filme que seria exibido. Não havia o menor interesse em saber se o filme era bom, o importante era ir ao cinema ... rss
Infelizmente, ainda ão apareceu outro "Zé Calu" e minha terra, hoje, não dispõe de nenhum cinema, em detrimento da juventude que vive privada desse importante instrumento de cultura e educação.
Quando comentei com a minha amiga, Pati, sobre o nosso conterrâneo, sobre o fato dele ter morado em Jacobina, ela, gentilmente, me presenteou com imagens da sua terra:

Igreja Matriz

Igreja da Missão Velha

Hotel Serra do Ouro
O Cruzeiro

Linda a sua cidade! Quem sabe um dia não estarei por aí visitando sua família, teria muito prazer em conhecer pessoalmente essas baianas, cujas origens são pernambucanas, conforme você me revelou em um comentário à minha postagem para o Dia das Mães, lá no meu Raízes:

Oi Lusa,

... Como é gratificante conhecer um pouco mais das pessoas que escolhemos conviver, mesmo que virtualmente. Conhecendo mais percebemos as afinidades, e até o porque de uma amizade que parece de muito tempo.
Laços invisíveis nos unem, talvez seja o sangue pernambucano *rsrs*
Sinto isso ao ler suas histórias, como por exemplo essa linda homenagem à sua mãe, parece que estou lá também, vendo toda a família e desfrutando desse maravilhoso jardim. D. Rita me lembrou muito a minha avó paterna, D. Lica de Zé Agostinho (sempre achei o máximo esse costume de assim denominar as pessoas da família, uns realmente pertencem aos outros: fulano de sicrano...e assim por diante.) Minha avó, mulher forte, com cabelo nas ventas... todos tinham medo dela, inclusive eu quando passava férias aí em Pernambuco, mas era só a cara de brava, por dentro era uma manteiga derretida. Sempre que íamos pra casa dela, no retorno para cá era a maior choradeira, ela não queria que painho voltasse pra casa... na verdade ela era muito emotiva.
Lusa, obrigada por suas palavras tão carinhosas no dia das mães, também felicito você, que é mãe e avó, sempre fazendo o melhor por seus filhos e netos, parabéns!
Mãinha e Lua mandam beijos e já incluímos você e sua família nas nossas orações, que Deus nos guarde e proteja.
Beijos e felicidade :)
Com carinho: Izabel, Pati e Lua
Minha amiga, com esse comentário que você fez aos pés da minha postagem em homenagem à minha mãe, pela passagem do seu dia, você selou a nossa amizade, você me faz repetir com toda convicção:

"Tem coisas que a gente não tira do coração" e a sua amizade é uma delas.
Muito obrigada, Pati, sua família também está inclusa nas nossas orações e hoje faz parte da minha árvore de amigos!

EM HOMENAGEM À FAMÍLIA BAIANA:




P.S.
Se você recebeu um e-mail, relativo a esta postagem, não deixe de clicar em "Postado por Lusa Vilar em Raízes do Coração" para ver a postagem na íntegra.

2 comentários:

Pati Araújo disse...

Lusa, querida amiga!

Quanto carinho e atenção vc colocou nessa postagem... obrigada pelas palavras gentis.
Ser sua amiga é uma honra, falo sempre sobre vc e esse lindo projeto de resgate da história da sua família, para mim é um exemplo. Estou muito feliz em viajar contigo e com os teus nesse maravilhoso Trem da vida, fico ainda mais agradecida por vc incluir no "pacote" as minhas duas crianças *rs*, as duas mandam beijos e afeto!
Amiga, que Deus abençõe vc e sua família sempre, que todas as graças recaíam sobre vcs, é o que desejo de todo coração!
Fiquem com Deus!!

Beijos, e mais uma vez: obrigada!!

Pati, Izabel e Lua :]

Marcos Dhotta disse...

Fico tão feliz por ver essa amizade de voces, assim, tão enraizada. E me sinto mais feliz ainda por, indiretamente, ter promovido esse encontro. Uns amores, todas duas.