Seguidores

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

PUDE SENTIR A PRESENÇA DE DEUS!


Surpresa, desapontamento e tristeza me abatem neste momento de dor e pesar.
Em nome de toda minha família, venho registrar a nossa solidariedade aos filhos, Vandinha, Gleyce, Socorro, e Zé Carlos.

À Lourdes, sua irmã, aos sobrinhos e aos amigos que se privarão da sua presença física.

Poucos dias atrás perdemos a presença de Seu Zezo no nosso TREM DA VIDA, e eu dizia que em Itapetim somos uma grande família, e somos.

Vandinha, uma das filhas de Maria, é casada com Jorge o qual é neto de Tio Joaquim Piancó.
Rita de Cássia, minha irmã, é casada com Tadeu , primo de Maria.
Ao que parece, na dinâmica do TREM DA VIDA, os que desembarcam antes de nós, ao chegarem definitivamente ao destino, juntam forças para unir os que ainda prosseguem viagem.

Maria fazia parte das pessoas amigas. Na sua trajetória de vida , juntamente com os nossaos saudosos Dona Ana e Seu Manoel Alves, Lourdes e toda a família, foi partífice de momentos alegres ou tristes dos nossos familiares.

A notícia do falecimento de Maria nos pega de surpresa, nos deixa atônitos e temerosos pela constatação da nossa vulnerabilidade. A morte tem a idade da humanidade, mas jamais nos acostumaremos com ela.

A saudade ocupa o lugar daqueles que nos deixam, o nosso conforto reside em saber que, AQUELE que dá é AQUELE que tira, ela era do PAI, foi para ELE que ela voltou.

E é de lá, junto ao Altíssimo, que ela continuará a olhar para vocês e confortá-los na hora em que não suportarem tamanha perda. As lágrimas dos seus filhos deverão ter o sabor de quem crer que, "MÃE NÃO MORRE NUNCA, MÃE VIVE ETERNAMENTE NA LEMBRANÇA E NO CORAÇÃO DOS SEUS FILHOS" .

Essa foto foi tirada no dia do seu aniversário. É um lugar tão bonito que não posso deixar de pensar na letra de uma das mais lindas canções de Roberto Carlos:

Além do Horizonte deve ter
Algum lugar bonito
Prá viver em paz
Onde eu possa encontrar
A natureza
Alegria e felicidade
Com certeza...
Lá nesse lugar
O amanhecer é lindo
Com flores festejando
Mais um dia que vem vindo...
Onde a gente pode
Se deitar no campo
Se amar na relva
Escutando o canto
Dos pássaros...

Aproveitar a tarde
Sem pensar na vida
Andar despreocupado
Sem saber a hora
De voltar...

Se olharmos para este lugar, onde Maria tirou esta foto, com olhos de quem verdeiramente quer saber para onde vamos após a morte física, não teremos mais nenhuma dúvida acerca do que diz Sócrates em relação a morte:
"A morte é uma mudança, uma transmigração da alma do lugar onde nos encontramos para outro lugar. Se a morte é a extinção de todo sentimento e assemelha-se a um desses sonos nos quais nada se vê, mesmo em sonho, então morrer é um ganho maravilhoso. (...)
Por outro lado, se a morte é como uma passagem daqui para outro lugar, e se é verdde, como se diz, que todos os mortos aí se reúnem, pode-se imaginar bem maior?"
Ao olhar para este lugar onde Maria tirou essa foto, eu só posso imaginar que hoje ela quis conversar com Deus, para dizer-Lhe que já O conhecia através da beleza dessa paisagem que denuncia a presença do Criador.
"A morte é a emancipação final que a alma tem com relação ao corpo físico que usou como ferramenta de evolução" (Marcos Túlio)

Ao pensarmos assim, passamos a acreditar na perenidade do ser, ao invés de vida após a morte teremos certeza de que se trata de VIDA após a Vida
Maria deixa saudades para todos nós, todavia ela foi ao encontro de Deus e no reencontro, juntamente com aqueles que chegaram antes dela, haverá uma grande alegria.
A morte nos deixa tristeza, porque ela nos impinge uma enorme saudade que nada mais é do que VONTADE DE VER DE NOVO!

3 comentários:

Marcos Dhotta disse...

MARIA! Nome sublime e delicado, é verdade. Mas também é nome forte. Nome de MULHER GUERREIRA. É praticamente impossível pensar em “Mães Guerreiras” e não associar à pessoa de Maria de Zezé. Para ela não bastava apenas ser mãe. Tinha que lutar e trabalhar muito para ser a MÃE ZELOSA, a DONA DE CASA e a MATRIARCA INCANSÁVEL na educação dos seus filhos. E sozinha ela conseguiu. Mostrou para a sociedade que ser mãe não é apenas ter coração, mas também braços e pernas fortes para correr atrás do sustento de sua prole . Sua luta foi árdua, mas se encerra por aqui. No corpo cansado de uma mãe guerreira que finalmente descansa – EM PAZ - por sobre o véu das estrelas do infinito. Aplausos para ti !!!! Maria de... Maria dela mesma e de mais ninguém.

vandinha disse...

LUSA E DHOTTA + 1 VEZ ,TÔ SEM PALAVRAS,SÓ LÁGRIMAS MSM. 1 ABRAÇO P VCS -

vandinha disse...

AMIGA JÁ HAVIA VISITADO ESSE ESPAÇO ,SÓ Q NUNCA PENSEI Q MINHA MÃE ESTIVESSE TÃO PERTO DE FAZER PARTE DELE, OBG PELO ESPAÇO DADO P ELA E P TDS. BJS-